Behringer DDM4000 Manuale del proprietario

Marca
Behringer
Categoria
mixer audio
Modello
DDM4000
Tipo
Manuale del proprietario
Manual de Instruções
DIGITAL PRO MIXER DDM4000
Ultimate 5-Channel Digital DJ Mixer with Sampler,
4 FX Sections, Dual BPM Counters and MIDI
2 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Obrigado
Muitos parabéns! Com o DDM4000 tens em teu poder um DJ Mixer que te coloca
bem à frente no tempo. O DDM4000 é um esplêndido DJ Mixer digital de 32 bit
com numerosas funções criativas que, no entanto, é muito fácil de utilizar
desde logo, graças ao seu painel de comandos intuitivo. Funções como Editar,
Guardar e Abrir Denições deixam imediatamente de ter segredos para ti.
Índice
Obrigado ......................................................................... 2
Instruções de Segurança Importantes ......................... 3
Legal Renunciante.......................................................... 3
Garantia Limitada .......................................................... 3
1. Introdução .................................................................. 4
2. Elementos de Comando e Ligações ......................... 5
3. Operação .................................................................. 11
4. A Secção de BPM e Efeitos ...................................... 16
5. O Sampler ................................................................. 20
6. Outros Ajustes .........................................................22
7. O DDM4000 Como Controlador MIDI ....................23
8. Instalação ................................................................. 24
9. Dados Técnicos.........................................................25
10. Anexo ...................................................................... 26
3 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Instruções de Segurança
Importantes
LEGAL RENUNCIANTE
GARANTIA LIMITADA
Aviso!
Terminais marcados com o símbolo
carregam corrente elétrica de magnitude
su ciente para constituir um risco de choque elétrico.
Use apenas cabos de alto-falantes de alta qualidade
com plugues TS de ¼" ou plugues com trava de torção
pré-instalados. Todas as outras instalações e modi cações
devem ser efetuadas por pessoasquali cadas.
Este símbolo, onde quer que o encontre,
alerta-o para a leitura das instruções de
manuseamento que acompanham o
equipamento. Por favor leia o manual de instruções.
Atenção
De forma a diminuir o risco de choque
eléctrico, não remover a cobertura
(ouasecção de trás). Não existem peças substituíveis por
parte do utilizador no seu interior. Para esse efeito recorrer
a um técnico quali cado.
Atenção
Para reduzir o risco de incêndios ou
choques eléctricos o aparelho não deve ser
exposto à chuva nem à humidade. Além disso, não deve
ser sujeito a salpicos, nem devem ser colocados em cima
do aparelho objectos contendo líquidos, tais como jarras.
Atenção
Estas instruções de operação devem ser
utilizadas, em exclusivo, por técnicos de
assistência quali cados. Para evitar choques eléctricos
não proceda a reparações ou intervenções, que não as
indicadas nas instruções de operação, salvo se possuir as
quali -cações necessárias. Para evitar choques eléctricos
não proceda a reparações ou intervenções, que não as
indicadas nas instruções de operação. Só o deverá fazer se
possuir as quali cações necessárias.
1. Leia estas instruções.
2. Guarde estas instruções.
3. Preste atenção a todos os avisos.
4. Siga todas as instruções.
5. Não utilize este dispositivo perto de água.
6. Limpe apenas com um pano seco.
7. Não obstrua as entradas de ventilação. Instale de
acordo com as instruções do fabricante.
8. Não instale perto de quaisquer fontes de calor tais
como radiadores, bocas de ar quente, fogões de sala
ou outros aparelhos (incluindo ampli cadores) que
produzam calor.
9. Não anule o objectivo de segurança das  chas
polarizadas ou do tipo de ligação à terra. Uma  cha
polarizada dispõe de duas palhetas sendo uma mais larga
do que a outra. Uma  cha do tipo ligação à terra dispõe
de duas palhetas e um terceiro dente de ligação à terra.
A palheta larga ou o terceiro dente são fornecidos para
sua segurança. Se a  cha fornecida não encaixar na sua
tomada, consulte um electricista para a substituição da
tomada obsoleta.
10. Proteja o cabo de alimentação de pisadelas ou
apertos, especialmente nas  chas, extensões, e no local
de saída da unidade. Certi que-se de que o cabo eléctrico
está protegido. Veri que particularmente nas  chas, nos
receptáculos e no ponto em que o cabo sai doaparelho.
11. O aparelho tem de estar sempre conectado à rede
eléctrica com o condutor de protecção intacto.
12. Se utilizar uma  cha de rede principal ou uma
tomada de aparelhos para desligar a unidade de
funcionamento, esta deve estar sempre acessível.
13. Utilize apenas ligações/acessórios especi cados
pelofabricante.
14. Utilize apenas com
o carrinho, estrutura,
tripé, suporte, ou mesa
especi cados pelo
fabricante ou vendidos
com o dispositivo.
Quandoutilizar um
carrinho, tenha cuidado ao
mover o conjunto carrinho/dispositivo para evitar danos
provocados pela terpidação.
15. Desligue este dispositivo durante as trovoadas
ou quando não for utilizado durante longos períodos
detempo.
16. Qualquer tipo de reparação deve ser sempre
efectuado por pessoal quali cado. É necessária uma
reparação sempre que a unidade tiver sido de alguma
forma dani cada, como por exemplo: no caso do cabo
de alimentação ou  cha se encontrarem dani cados;
naeventualidade de líquido ter sido derramado ou
objectos terem caído para dentro do dispositivo; no caso
da unidade ter estado exposta à chuva ou à humidade;
seesta não funcionar normalmente, ou se tiver caído.
17. Correcta eliminação deste
produto: este símbolo indica que
o produto não deve ser eliminado
juntamente com os resíduos
domésticos, segundo a Directiva
REEE (2002/96/CE) e a legislação
nacional. Este produto deverá
ser levado para um centro de recolha licenciado para a
reciclagem de resíduos de equipamentos eléctricos e
electrónicos (EEE). O tratamento incorrecto deste tipo
de resíduos pode ter um eventual impacto negativo
no ambiente e na saúde humana devido a substâncias
potencialmente perigosas que estão geralmente
associadas aos EEE. Ao mesmo tempo, a sua colaboração
para a eliminação correcta deste produto irá contribuir
para a utilização e ciente dos recursos naturais. Paramais
informação acerca dos locais onde poderá deixar o seu
equipamento usado para reciclagem, é favor contactar
os serviços municipais locais, a entidade de gestão de
resíduos ou os serviços de recolha de resíduosdomésticos.
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E APARÊNCIA ESTÃO
SUJEITAS A MUDANÇAS SEM AVISO PRÉVIO E NÃO HÁ
GARANTIA DE PRECISÃO . BEHRINGER, KLARKTEKNIK,
MIDAS, BUGERA, ETURBOSOUND FAZEM PARTE
DO MUSIC GROUP MUSICGROUP.COM. TODAS AS
MARCAS REGISTADAS SÃO PROPRIEDADE DOS SEUS
RESPECTIVOS PROPRIETÁRIOS. MUSICGROUP NÃO SE
RESPONSABILIZA POR QUALQUER PERDA QUE POSSA
TER SIDO SOFRIDA POR QUALQUER PESSOA QUE
ACREDITA TANTO COMPLETA QUANTO PARCIALMENTE
EM QUALQUER DESCRIÇÃO, FOTO OU AFIRMAÇÃO
AQUI CONTIDA. CORES E ESPECIFICAÇÕES PODEM
VARIAR UM POUCO DO PRODUTO. OSPRODUTOS
DA MUSICGROUP SÃO VENDIDOS ATRAVÉS
DE DISTRIBUIDORES AUTORIZADOS APENAS.
DISTRIBUIDORES E REVENDEDORES NÃO SÃO
AGENTES DA MUSICGROUP E NÃO TÊM AUTORIDADE
ALGUMA PARA OBRIGAR A MUSICGROUP A
QUALQUER TAREFA OU REPRESENTAÇÃO EXPRESSA
OU IMPLÍCITA. ESTEMANUAL TEM DIREITOS
AUTORAIS. PARTEALGUMA DESTE MANUAL PODE
SER REPRODUZIDA OU TRANSMITIDA DE QUALQUER
FORMA OU MEIO, ELETRÔNICO OU MECÂNICO,
INCLUINDO FOTOCÓPIA E GRAVAÇÃO DE QUALQUER
TIPO, PARA QUALQUER INTENÇÃO, SEM A PERMISSÃO
ESCRITA EXPRESSA DE MUSICGROUPIPLTD.
TODOS DIREITOS RESERVADOS.
© 2013 MUSICGroupIPLtd.
Trident Chambers, Wickhams Cay, P.O. Box 146,
Road Town, Tortola, Ilhas Virgens Britânicas
Para obter os termos de garantia aplicáveis e condições e
informações adicionais a respeito da garantia limitada do
MUSIC group, favor veri car detalhes na íntegra através
do website www.music-group.com/warranty.
4 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
1. Introdução
Liga o teu gira-discos e leitor de CD/MP3 aos quatro canais estéreo
com equalizadores e interruptores kill totalmente programáveis.
Experiencia uma extrema exibilidade com módulos de efeitos sincronizáveis
com as BPM, dois contadores de BPM de alta precisão e um crossfader com ajuste
de curva regulável. Com um fantástico sampler sincronizado com as BPM com
controlo de pitch em tempo real e funções de loop e reverse, vais levar a pista de
dança ao rubro.
As seguintes instruções têm como finalidade familiarizar primeiro o
utilizador com os comandos do aparelho, para que fique a conhecer
as funções do aparelho. Após a leitura cuidadosa do manual,
conserva-o para o poderes consultar sempre que necessário.
1.1 Antes de começar
1.1.1 Fornecimento
O teu produto foi cuidadosamente embalado na fábrica para garantir
um transporte seguro. Se, apesar disso, a caixa se apresentar danicada,
verica de imediato se o aparelho tem danos exteriores.
Em caso de eventuais danos, NÃO nos devolvas o aparelho,
mas informa, sem falta, primeiro o vendedor e a empresa
transportadora, caso contrário poderás perder qualquer direito
a indemnização.
Para garantir uma protecção adequada do aparelho durante a
utilização ou o transporte, recomendamos a utilização de uma mala.
Utiliza sempre a caixa original para evitar danos durante o
armazenamento ou o envio.
Nunca permitas que crianças mexam no aparelho ou nos materiais
de embalagem sem vigilância.
Elimina todos os materiais de embalagem em conformidade com as
normas ambientais.
1.1.2 Colocação em funcionamento
Assegura uma entrada de ar e uma distância sucientes em relação a
outros aparelhos de forma a evitar o sobreaquecimento do aparelho.
Antes de ligares o aparelho à rede eléctrica, verifica se o aparelho
se encontra regulado para a tensão de alimentação correcta:
O porta-fusíveis situado na tomada de ligação à rede apresenta 3 marcações
triangulares. Dois destes triângulos encontram-se em frente um do outro.
O teu aparelho está regulado para a tensão de serviço indicada ao lado destas
marcações e pode ser alterado ao rodar em 180° o porta-fusíveis. ATENÇÃO:
Isto não se aplica aos modelos destinados a exportação que foram, por exemplo,
concebidos apenas para uma tensão de rede de 120 V! Encontras a posição exacta
do suporte dos fusíveis na Fig. 2.9.
Se comutares o teu aparelho para uma outra tensão de rede, terás que
utilizar um outro fusível. Encontrarás o valor correcto no capítulo
“Dados Técnicos”.
Fusíveis queimados devem ser impreterivelmente substituídos por
fusíveis com o valor correcto! Encontrarás o valor correcto no capítulo
“Dados Técnicos. Para evitar choques eléctricos, desliga o aparelho e
desenfia a ficha antes de substituires o fusível.
A ligação à rede é efectuada por meio do cabo de rede fornecido com
ligação para dispositivos frios. A ligação está em conformidade com as
disposições de segurança necessárias.
Atenção!
Não te esqueças que todos os aparelhos têm de estar
impreterivelmente ligados à terra. (Não te esqueças que é
imprescindível que todos os aparelhos estejam ligados à terra).
Para tua própria protecção, nunca deverás retirar ou inviabilizar a ligação à terra
dos aparelhos ou dos cabos de rede. O aparelho tem de estar sempre conectado à
rede eléctrica com o condutor de protecção intacto.
CONSELHOS IMPORTANTES PARA A INSTALAÇÃO
Em espaços com fortes emissores de rádio e fontes de alta frequência,
pode ocorrer uma falha na qualidade do som. Aumenta a distância
entre o emissor e o aparelho, e utiliza o cabo blindado em todas
as ligações.
1.1.3 Registo online
Por favor, após a compra, registe o seu aparelho BEHRINGER, logo possível,
em http://behringer.com usando a Internet e leia com atenção as condições
de garantia.
Se o produto BEHRINGER avariar, teremos todo o gosto em repará-lo o mais
depressa possível. Por favor, dirija-se directamente ao revendedor BEHRINGER
onde comprou o aparelho. Se o revendedor BEHRINGER não se localizar nas
proximidades, poder-se-á dirigir também directamente às nossas representações.
Na embalagem original encontra-se uma lista com os endereços de contacto
das representações BEHRINGER (Global Contact Information/European Contact
Information). Se não constar um endereço de contacto para o seu país, entre em
contacto com o distribuidor mais próximo. Na área de assistência da nossa página
http://behringer.com encontrará os respectivos endereços de contacto.
Se o aparelho estiver registado nos nossos serviços com a data de compra,
torna-se mais fácil o tratamento em caso de utilização da garantia.
Muito obrigado pela colaboração!
Atenção!
Gostaríamos de avisar que uma elevada intensidade sonora pode
lesionar o ouvido e/ou danificar os auscultadores ou as colunas.
Por favor, roda o regulador OUTPUT para o lado esquerdo antes de ligar
o aparelho. Observa sempre uma intensidade sonora adequada.
5 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
(2.1)
(2.4)
(2.2)
(2.5)
(2.6)
(2.3)
(2.1)
(2.9)
(2.7)
(2.8)
Fig. 2.0: Perspectiva do DDM4000
2.1 Os canais estéreo 1 a 4
2.2 O canal microfone
2.3 A secção crossfader
2.4 A secção main/phones
2.5 A secção de BPM e efeitos
2.6 O sampler
2.7 As entradas na parte posterior
2.8 As saídas na parte posterior
2.9 Ligação à corrente e interruptor power
2. Elementos de Comando e Ligações
Este capítulo descreve os vários elementos operativos e ligações do DDM4000. Para uma melhor perspectiva, dividimos o Mixer em vários blocos de funções.
Cada bloco é explicado detalhadamente no seu próprio sub-capítulo (2.1 a 2.9).
6 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
2.1 Os canais estéreo 1 a 4
(4)
(1)
(3)
(5)
(6)
(9)
(10)
(7)
(8)
(2)
Fig. 2.1: Faixas de canal estéreo
(1) Com o interruptor de selecção de entrada, podes comutar entre duas fontes
de sinal. Se Line estiver seleccionado, ouve-se o sinal da entrada de linha (67).
Com Phono/Line ouve-se a fonte de sinal da entrada Phono/Line (68).
(2) O botão GAIN serve para regular o nível do sinal de entrada. O nível actual é
visualizado no indicador de nível (3).
(3) A cadeia LED de 7 posições indica o nível de entrada.
(4) Cada canal de entrada possui um equalizador de 3 bandas (HIGH, MID e LOW)
com característica kill. Reforço máximo: 12 dB, atenuação máxima:
- dB (Kill). Com a característica kill, é possível mascarar completamente
a gama de frequências. Se todas as bandas do equalizador estiverem
rodadas para a esquerda, não se ouve qualquer sinal. Em Channel Setup
(ver Cap. 3.2.2) podem trabalhar-se todos os parâmetros de equalização.
(5) O botão MODE comuta a função dos botões de preset (6) entre
Multi e Single (ver Cap. 3.2.1).
(6) Os botões de preset P1, P2, P3 servem para guardar e abrir os presets do
equalizador (ver Cap. 3.2.1). Quando ligados, é atribuída a estes botões a
atenuação máxima em modo Single (função Kill).
(7) Prime o botão PFL para fazeres a pré-audição do sinal deste
canal nos auscultadores.
(8) Usa o fader para regular o volume de som do canal.
(9) Com o interruptor CURVE, podes modicar as características de regulação
do fader. Em modo SOFT, o fader regula mais lentamente o volume de som
na área superior, enquanto que na área inferior o volume de som é reduzido
mais rapidamente com um movimento uniforme do fader. Em modo
SHARP, o fader regula mais rapidamente o volume de som no terço superior,
enquanto que na área inferior o volume de som é reduzido mais lentamente.
Em modo MID, o fader regula o volume de som uniformemente
(de forma linear) em todas as áreas. É natural que, ao comutar, possam surgir
diferenças no volume de som. Por isso, não utilizes este interruptor quando
tens música a tocar!
(10) Com o botão CF ASSIGN, denes para que lado do crossfader (20) (A ou B)
deve ser dirigido o sinal.
2.2 O canal microfone
(11)
(12)
(13)
(16)
(17)
(18)
(19)
(14)
(15)
Fig. 2.2: O canal Microfone
(11) O botão regulador GAIN serve para ajustar o sinal de microfone que se
encontra na entrada MIC 1.
(12) Com este interruptor seleccionas a fonte de sinal que deve ser visualizada no
indicador de nível (13). IN VU mostra o nível de entrada não tratado, o que é
muito útil para regular os sinais de microfone. XMC VU mostra o nível antes
do processador ULTRAMIC.
(13) A cadeia LED de 7 posições indica o nível de sinal do canal de microfone.
(14) No canal de microfone encontra-se um equalizador de 3 bandas
(HIGH, MID e LOW). A margem de regulação eleva-se a +/-12 dB.
Em Mic Setup (ver Cap. 3.3.1) podem trabalhar-se todos os parâmetros
de equalização.
(15) O canal de microfone é ligado e desligado com o botão ON/OFF.
(16) Premindo o botão MIC SETUP, abre-se o menu Mic Setup no display.
Aqui podes efectuar ajustes no equalizador, no processador Ultramic e
no MIC FX (processador de efeitos) (ver Cap. 3.3.1).
(17) O botão XMC ON activa o processador Ultramic, que dispõe de
um compressor de 2 bandas incluindo um expander. Os ajustes do
Ultramic podem ser feitos em Mic Setup.
(18) O processador de efeitos de microfone é activado pelo botão MIC FX ON.
O efeito é seleccionado em Mic Setup.
(19) O botão TALK ON activa a função talkover, que faz com que o volume
de som da música seja reduzido assim que falas ao microfone.
Esta função é muito útil, para que a tua voz não se desvaneça na música
quando fazes apresentações. Podes fazer todos os ajustes necessários em
Talk Setup (ver Cap. 3.3.2).
7 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
2.3 A secção crossfader
(26)
(29)
(25)
(24)
(21)(23)
(22)
(20)
(28)
(27)
Fig. 2.3: A secção Crossfader
(20) O crossfader permutável serve para sobrepor os sinais que estão atribuídos
ao lado A e B do crossfader. A atribuição dos canais estéreo e do sampler é
feita através dos botões CF Assign (10) ou (65).
(21) O botão CF ON activa o crossfader. Se este botão não estiver pressionado,
os sinais dos diferentes canais chegam directamente às saídas Main.
(22) De cada lado do crossfader há três botões Kill (HIGH, MID e LOW),
que permitem a total atenuação ou apagamento da correspondente gama
de frequências. Em Crossfader Setup (ver Cap. 3.4.2) pode ser activado
o modo especial X-OVER, que amplia consideravelmente as funções
do crossfader em combinação com os botões Kill. Mais informações no
Capítulo 3.4.1.
(23) Se se premir o botão FULL FREQ, todas as atenuações do equalizador
KILL (22) são anuladas.
(24) Podes alterar gradualmente o comportamento de regulação do crossfader
com o botão regulador CURVE.
Com a função REVERSE, podes inverter a direcção de trabalho do crossfader.
Deste modo, é-te possível trocar entre o canal A e B muito rapidamente.
(25) REVERSE HOLD é uma função Reverse contínua. O crossfader regula agora
os lados A e B inversamente, isto é, A está à direita e B à esquerda.
(26) REVERSE TAP é uma função Reverse breve, isto é, A e B são trocados
enquanto o botão TAP estiver pressionado.
Com a função BOUNCE TO MIDI CLOCK tem lugar uma sobreposição automática
e rápida do crossfader ao ritmo da música (“bouncing”). MIDI Clock serve como
referência para a velocidade de ‚bouncing’.
(27) Premindo uma vez o botão BOUNCE TO MIDI CLK inicias o ‘bouncing’.
Assim que tenhas pressionado esta tecla, o sinal começa a saltar sempre
de A para B e de B para A no ritmo pré-seleccionado com as teclas BEAT (28).
(28) Com as teclas BEAT seleccionas a velocidade de ‘bouncing. Esta pode
oscilar entre um e 16 batimentos (beats).
(29) Estes LEDs mostram o número de batimentos seleccionados.
Encontras uma descrição pormenorizada desta função no
Capítulo 3.4.3.
2.4 A secção main e phones
(36)
(35)
(32)
(31)
(30)
(37)
(38)
(40)
(39)
(34)
(33)
Fig. . 2.4: A secção Main e Phones
SAÍDA MAIN:
(30) O botão regulador OUTPUT A determina o volume de som na saída A ( (73) ).
(31) Para controlar o panorama estéreo, existe um botão regulador BALANCE
para a saída A.
(32) O botão regulador OUTPUT B determina o volume de som na saída A ( (74) ).
(33) O indicador de alta resolução OUTPUT LEVEL com 22 posições mostra o
nível do sinal de saída em OUTPUT A.
(34) ULTRAMIZE ON/OFF: O Ultramizer é um efeito que aumenta a sonoridade e
assertividade através de compressão dinâmica. Podes editar o Ultramizer em
Ultramizer Setup (ver Cap. 3.5.1).
(35) Com o botão LOAD podes carregar as denições de utilizador de todo o Mixer
(User Settings). Ao ligar o aparelho, são sempre carregadas as denições que
estavam activas no último desligamento. Para guardar e carregar denições
de utilizador, ver o Cap. 3.5.2.
PHONES:
(36) Liga os teus auscultadores ao conector PHONES (jaque estéreo de 6,3 mm).
(37) O botão regulador OUTPUT determina o volume de som nos auscultadores.
(38) Com o botão regulador MIX, denes o balanço entre o sinal PFL e PGM
(PFL = Pre Fader listening, pré-audição de canais isolados independente
do fader; PGM = Programa, sinal master). Se o rodares completamente
para a esquerda, ouves apenas o sinal PFL, se o rodares para a direita,
apenas o sinal master. Nas posições intermédias pode ser denido um mix
dos dois sinais.
8 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
(39) O PUNCH EQ auxilia na sincronização de duas pistas. Podes, para isso,
orientar-te pelo toque da caixa e/ou do bombo. Pressiona o botão SNARE
ou BASS, para acentuar as porções de sinal desejadas nos auscultadores.
(40) Se o botão SPLIT estiver pressionado, o sinal de pré-audição (PFL)
encontra-se apenas no lado esquerdo dos auscultadores, o sinal master
(PGM) no direito.
2.5 A secção de BPM e efeitos
(41) (46)
(47)
(48) (51)
(50)
(45)
(50)
(42) (49) (43) (52)(53)
Fig. 2.5: Contador de BPM e secção de efeitos (aqui: FX 1)
O DDM4000 dispõe de 2 aparelhos de efeitos idênticos. Além disso, para os sinais
MIC e o sampler há dois aparelhos de efeitos independentes. Todos os efeitos
podem ser utilizados simultaneamente. Nesta secção encontram-se também
o contador de BPM e o MIDI Clock.
(41) O display gráco mostra os valores das BPM, nomes e parâmetros
de efeitos, assim como atribuições de canal. Também te conduz através
das páginas de conguração.
(42) O aparelho de efeitos é activado através do botão FX ON.
(43) Pressiona o botão FX ASSIGN para atribuir uma fonte de sinal ao aparelho
de efeitos (o botão pisca). As fontes de entrada possíveis são listadas
no display. Selecciona a fonte desejada, rodando e premindo o botão
regulador PARAMETER (45).
(44) Com o botão regulador DEPTH denes a intensidade do efeito (Depth).
Em alguns efeitos, a relação de mistura entre o sinal original seco (Dry)
e o sinal de efeitos (Wet) também pode ser regulada por este meio.
(45) Os parâmetros de efeitos são seleccionados premindo o botão regulador
PARAM(etro). Ao rodá-lo, alteras o parâmetro que aparece nesse
momento no display.
(46) Premindo SELECT/LOW, acedes à selecção de efeitos (mostrada no display).
Roda e pressiona o botão regulador (45), para carregar um preset
(47) Premindo uma vez o botão PARAM/MID, tens acesso aos parâmetros de
efeitos. Roda o botão regulador (45), para alterar um valor de parâmetro.
(48) Pressiona DEFAULT/HIGH, para restaurar um preset.
Com o efeito ligado (botão FX ON pressionado), os botões (46)
(LOW), (47) (MID) e (48) (HIGH) têm as funções de botões Kill na via
de efeitos.
(49) Consoante o efeito seleccionado, pode ajustar-se um valor respeitante
ao tempo com os botões BEAT. No entanto, o valor não é introduzido
aqui em milésimos de segundo ou semelhante, mas em batimentos.
(50) Para introduzir o andamento manualmente, pressiona ritmadamente este
botão (mín. 2 x) ao compasso da música (TAP). Com uma pressão mais
longa no botão AUTO BPM/TAP (> 1 s), activas a denição automática
de andamento (AUTO BPM).
(51) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para alterar o andamento do
MIDI Clock (pressionar e rodar simultaneamente = alteração grosseira).
Uma breve pressão no botão regulador conrma a acção. Com uma pressão
prolongada neste botão regulador, acedes ao Console Setup (ver Cap. 3.1).
(52) Com MIDI START/STOP/ESC inicias o MIDI Clock.
(53) Com as teclas ADJUST podes transferir o andamento do contador
de BPM para o MIDI Clock.
Todas as funções da secção BPM e efeitos são descritas
pormenorizadamente no Capítulo 4.
2.6 O sampler
(54)(54)
(57)
(59)
(63)
(65)
(62)
(56)
(60)
(64)
(66)
(61)
(58)
Fig. 2.6: A secção Sampler
(54) Pressiona o botão INSERT, para arrastar o sinal do sampler para um canal
(modo Insert). Se este botão não estiver pressionado, o sampler é misturado
com o canal seleccionado (modo Mix). A reprodução faz-se, nos dois casos,
com os botões REC SOURCE. Se o sampler é reencaminhado para o crossfader,
o LED no botão INSERT apaga-se.
(55) O botão regulador VOLUME/MIX controla (em modo Mix) o volume de som
do sampler ou (em modo Insert) o balanço do volume de som entre o sinal de
entrada e o sampler.
(56) Com os botões REC SOURCE seleccionas o canal para gravação e reprodução
de samples.
(57) Prime o botão PFL para fazeres a pré-audição do sinal do sample
nos auscultadores.
(58) SAMPLE LENGTH serve para denir o tempo de gravação
(1 a 16 batimentos ou gravação contínua ).
(59) Com RECORD/IN começas a gravação do sampler. Selecciona, primeiro,
uma base de memória. Premindo novamente o botão, terminas a gravação
(só em modo ).
9 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
(60) Com BANK ASSIGN seleccionas a base de memória que deverá guardar
a gravação. A base seleccionada é identicada pela luz acesa no respectivo
botão MODE (61) que assinala, deste modo, a disponibilidade para gravação.
(61) Com os botões MODE (base de memória 1 e base de memória 2)
seleccionas o modo de reprodução do sampler (Reverse = recuo;
Loop = arrasto). Uma pressão breve activa ou desactiva a função Reverse,
uma prolongada a função Loop.
(62) PLAY/OUT: inicia a reprodução do sample gravado. Se a função Loop
estiver desligada, o sample só é reproduzido enquanto o botão PLAY
estiver pressionado.
(63) O efeito Brake é activado pelo botão SMP FX ON.
(64) Pressiona o botão SELECT, para denir a duração de Brake
(Brake de 1, 4 ou 8 batimentos, mostrado ao meio do display).
(65) Com o botão CF ASSIGN, denes para que lado do crossfader deve ser
dirigido o sinal do sampler.
(66) Se o sampler estiver atribuído ao crossfader, também pode ser iniciado
por este. Para isso, pressiona o botão CF START. Selecciona primeiro com
BANK ASSIGN a base de memória a ser reproduzida no arranque do fader.
2.7 As entradas na parte posterior
(71)(72)(68)(67)(70)(69) (69)
Fig. 2.7: As entradas na parte posterior do DDM4000
(67) As entradas LINE servem para a ligação de sinais de linha
(p.ex., leitor de CDs, placa de som, drum computer).
(68) As entradas PHONO servem para ligar gira-discos.
(69) Com os interruptores PHONO/LINE, podes comutar as entradas PHONO
para níveis de linha, para que também possas ligar um leitor de CDs às
entradas PHONO.
Cuidado! Aparelhos com níveis de saída de linha (p.ex., leitores de
CD) podem causar distorções e afectar a fase de entrada. Pressiona o
interruptor PHONO/LINE antes de ligar aparelhos com nível de linha
às entradas PHONO, altamente sensíveis.
(70) As ligações GND servem para fazer a ligação à terra (Ground) de gira-discos.
(71) As ligações simétricas XLR servem para conectar microfones dinâmicos.
(72) Botão regulador LEVEL para a entrada MIC 2.
2.8 As saídas na parte posterior
(73)
(74) (75) (76)
Fig. 2.8: As saídas na parte posterior do DDM4000
(73) As saídas OUT A (XLR): Liga aqui o teu amplicador e regula o volume
de som com o botão OUTPUT A (30). Na saída SUBWOOFER pode ser ligado
adicionalmente um subwoofer. No DDM4000 está integrado um deector
de frequências. A frequência de separação é ajustada em Output Setup
(Cap. 6.2).
Liga sempre o amplificador conectado em último lugar, para evitar
a ocorrência de picos de ligação que podem facilmente danificar os
teus altifalantes. Assegura-te, antes de ligar o amplificador, de que não
se encontra nenhum sinal no DDM4000, para evitar surpresas súbitas
e dolorosas para a audição. O melhor é que puxes todos os faders para
baixo ou coloques todos os botões de regulação na posição zero.
(74) O campo de conexões MAIN OUT disponibiliza: Saídas OUT A, OUT B e TAPE:
• Na saída OUT A encontra-se o mesmo sinal que nas saídas XLR (73).
• À saída OUT B podes ligar um outro amplicador para, por exemplo,
sonorizar a cabine do DJ ou uma segunda zona do clube. O volume de
som do sinal OUT B é ajustável com o botão regulador OUTPUT B (32)
independentemente de OUT A.
• À saída TAPE A podes ligar um aparelho de gravação para registar o
teu mix. O nível de saída é independente de OUT A e OUT B e pode ser
regulado em Output Setup (Cap. 6.2).
(75) DIGITAL OUT é a saída digital do DDM4000. O sinal TAPE encontra-se aqui
em qualidade de CD (16 bit/44,1 kHz).
Em Output Setup (ver Cap. 6.2) podes efectuar outros ajustes da secção
de saída.
(76) MIDI IN, OUT, THRU: As três tomadas MIDI oferecem a possibilidade de ligar
equipamento MIDI externo e de o sincronizar com o MIDI Clock.
No Capítulo 7 podes ficar a saber mais sobre as funções
MIDI no DDM4000.
2.9 Ligação à corrente e interruptor power
(79)
(78)
(77)
Fig. 2.9: A secção POWER
10 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
(77) A ligação è rede é feita mediante uma tomada de ligação a frio IEC. O cabo
de rede adequado é fornecido em conjunto.
(78) PORTA FUSÍVEIS/SELECÇÃO DE TENSÃO. Antes de ligares o aparelho à
rede, verica por favor, se a indicação de voltagem corresponde à tensão
de rede local. Se tiveres de substituir o fusível deves utilizar sempre o
mesmo tipo. Em alguns aparelhos é possível utilizar o porta-fusíveis em duas
posições para comutar entre 230 V e 120 V. Não te esqueças: se pretenderes
utilizar o aparelho fora da Europa com 120 V, é necessário utilizar um valor
de protecção fusível mais elevado.
(79) Com o interruptor POWER, o EUROLIVE é colocado em funcionamento.
O interruptor POWER deve encontrar-se na posição de desligado (“O”)
quando estiver a efectuar a ligação à corrente. Quando o aparelho é
posto em funcionamento, assegura-te de que a tomada à corrente está
facilmente acessível.
Não te esqueças de que o interruptor POWER, quando desactivado,
não separa totalmente o aparelho da rede eléctrica. Para desconectar
a unidade da rede eléctrica, retira o pino do cabo principal ou
acoplador de aparelhos. Ao instalar o produto, certifica-te de que
o pino ou acoplador de aparelhos está operacional. Se o aparelho
não for utilizado durante um período prolongado, deve retirar-se a
ficha da tomada.
O número de série do DDM4000 encontra-se na parte inferior do aparelho.
2.10 Exemplo de cablagem
CD player Turntable
Drum Machine
DJ Booth
Dance oor
Digital Recorder
Microphone
Fig. 2.10: Exemplo prático para a cablagem do DDM4000
11 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
3. Operação
3.1 Console setup
Todos os ajustes básicos do DDM4000 são realizados em Console Setup.
1) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
No centro do display abre-se a lista de setup:
2) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP para seleccionar o setup desejado.
3) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP para conrmar a selecção.
Abandonar Console Setup:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Console Setup.
Algumas páginas do setup também podem ser abertas de outra maneira.
Isto aplica-se a Mic Setup e às denições de utilizador.
Abrir Mic Setup:
1) Pressiona o botão MIC SETUP (16) para abrir a página Mic Setup.
2) Pressiona o botão MIC SETUP (16) para abandonar página Mic Setup.
Abrir a página de denições do utilizador:
1) Pressiona o botão LOAD (35) para abrir a página de denições do utilizador.
2) Pressiona novamente o botão LOAD (35) para abandonar a página de
denições do utilizador.
3.1.1 Listas de selecção no display
Para além da lista de Console Setup, que é visualizada no centro do display,
há outras listas de selecção nas várias páginas de setup que aparecem à esquerda
ou à direita no display.
À esquerda:
1) Roda o botão PARAMETER (45) esquerdo (na secção FX 1), para seleccionar na
lista a função desejada.
2) Pressiona o botão regulador PARAMETER esquerdo para conrmar a selecção.
À direita:
1) Roda o botão PARAMETER (45) direito (na secção FX 2), para seleccionar na
lista a função desejada.
2) Pressiona o botão regulador PARAMETER direito para conrmar a selecção.
3.2 Operação dos canais estéreo
3.2.1 Os modos EQ: SINGLE e MULTI
O equalizador dispõe de botões de preset memorizáveis, designados por P1,
P2 e P3. O comportamento dos botões depende do modo EQ seleccionado.
Existem os modos Single e Multi. Quando se liga o Mixer, o modo Single é o
primeiro activo.
Modo SINGLE:
No modo Single, cada um dos botões P1, P2 e P3 (6) está atribuído de
forma permanente a uma banda de frequência (P1 = HIGH, P2 = MID,
P3 = LOW). Também pode ser denido um preset para cada um dos botões
de EQ. Quando ligados, os botões de preset desempenham a função Kill com
atenuação máxima (- dB).
Ajustes de preset em modo SINGLE
P1 HIGH Kill -∞ dB mascara altas frequências
P2 MID Kill -∞ dB mascara médias frequências
P3 LOW Kill -∞ dB mascara baixas frequências
Tab. 3.1: Modo de funcionamento dos botões de preset em modo Single
No entanto, o valor da atenuação pode ser alterado. Em alternativa,
também pode ser memorizado um reforço. Se tu, por exemplo,
em vez de um kill desejares um reforço dos graves (função Punch),
procede da seguinte forma:
1) Roda o botão regulador LOW (4) para a direita, até atingir o
reforço desejado.
2) Mantem pressionado o botão MODE (5) e prime P3 (6).
3) Pressiona P3 para abrir o preset. As frequências de graves são agora
amplicadas. A luz azul de P3 pisca.
As médias e as altas podem ser programadas da mesma forma em
P2 e P1, respectivamente.
Reset:
Os botões de preset podem ser repostos em qualquer altura na posição
de ligados (função Reset):
• pressiona MODE (5) durante ca. 2 segundos. Para conrmação, o LED MULTI
acende-se por breves instantes.
Modo MULTI:
No modo MULTI, os botões de preset não são atribuídos a bandas
de EQ separadas, mas ao equalizador de 3 bandas como unidade. Deste modo,
podes criar três presets de EQ próprios e atribuí-los aos botões de preset.
Na posição de ligados, os botões de preset são ocupados da seguinte forma:
Ajustes de preset em modo MULTI
P1 Filtro passa-alto mascara MID e LOW
P2 Filtro de banda mascara HIGH e LOW
P3 Filtro passa-baixo mascara HIGH e MID
Tab. 3.2: Modo de funcionamento dos botões de preset em modo Multi
• Para activar o modo Multi, pressiona o botão MODE (5).
O LED MULTI acende-se.
12 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Para criar o teu próprio preset de EQ, procede da seguinte forma:
1) Ajusta o equalizador conforme desejado, rodando o botão de regulação
LOW, MID ou HIGH.
2) Mantem pressionado o botão MODE (5) e prime P1 (6).
3) Pressiona P1 para abrir o preset. O preset de EQ é carregado. A luz amarela
de P1 pisca.
Podem guardar-se dois outros presets de EQ em P2 e P3.
Reset:
Os botões de preset podem ser restaurados em qualquer altura:
• pressiona MODE durante ca. 2 segundos. Para conrmação, o LED SINGLE
acende-se por breves instantes.
3.2.2 Channel setup
Em Channel Setup podes regular as características do equalizador dos canais
estéreo com precisão. Podes, igualmente, ajustar aqui um ltro subsónico
(ltro de ruído) para todos os quatro canais. Este ltro é útil para, por exemplo,
suprimir estalidos de gira-discos.
1) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
2) Selecciona „Channel Setup”, rodando e premindo o botão regulador de
CONSOLE SETUP.
O display mostra a página Channel Setup.
O equalizador nos canais estéreo possui 3 bandas com diferentes características.
O ltro de médias é um ltro de picos cuja frequência central e largura de banda
(Factor Q) podem ser alteradas. Os ltros exteriores passa-alto e passa-baixo são
ltros shelving. Em Channel Setup são possíveis os seguintes ajustes para todos
os 4 canais:
Channel Xover (Crossover):
LOW: Frequência de corte do ltro passa-alto. Todas as frequências abaixo
do valor denido são atenuadas ou reforçadas.
MID: Frequência central do ltro de médias. Todas as frequências em torno
deste valor são reforçadas ou atenuadas. A largura de banda é denida com
o parâmetro Mid Q (ver abaixo).
HIGH: Frequência de corte do ltro passa-baixo. Todas as frequências acima
do valor denido são reforçadas ou atenuadas.
1) Pressiona o botão PARAMETER esquerdo (45), para seleccionar o parâmetro
(LOW, MID ou HIGH).
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar a frequência de corte ou a geométrica
média da banda seleccionada.
Mid Q:
Com o factor Q descreve-se a natureza do ltro. Quanto mais alto for o valor,
mais estreita é a largura de banda. Mid Q actua no ltro de médias.
• Roda o botão regulador CONSOLE SETUP (51), para alterar o valor do factor Q.
Subsonic Frequency:
É possível alterar a frequência de corte do ltro de ruído em cada canal estéreo.
Todas as frequências abaixo da frequência de corte são atenuadas.
1) Pressiona o botão PARAMETER direito (45), para seleccionar o canal.
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar a frequência de corte.
Abandonar Channel Setup:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Channel Setup.
3.3 Operação do canal de microfone
3.3.1 Mic setup
Nas páginas Mic Setup, podes fazer os ajustes de regulação de timbre do canal
do microfone, do processador Ultramic e dos efeitos Mic. É assim que acedes
a Mic Setup:
1) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
2) Selecciona „Mic Setup”, rodando e premindo o botão regulador de
CONSOLE SETUP.
Em alternativa, também podes aceder à página Mic Setup da seguinte maneira:
• Pressiona o botão MIC SETUP (16) no canal de microfone. O botão MIC SETUP
acende-se enquanto te encontrares em Mic Setup.
O display mostra a página Mic Setup. Esta ramica-se em vários submenus.
À esquerda no display aparece uma lista onde podes seleccionar cada submenu:
• Roda o botão PARAMETER esquerdo (45) para seleccionar o
submenu desejado:
Página EQ Freq/Pan:
Nesta página há indicadores de nível para os dois sinais de microfone.
Além disso, podes fazer ajustes de som para o equalizador do canal de microfone.
O panorama estéreo dos canais de microfone é também regulado aqui,
assim como a relação de sinal dos dois microfones entre si. Os parâmetros
em pormenor:
MIC 1: Indicador de nível para o microfone 1
MIC 2: Indicador de nível para o microfone 2
LOW: Frequência de utilização do botão regulador LOW
MID: Frequência geométrica média do botão regulador MID
HIGH: Frequência de utilização do botão regulador HIGH
Q MID: Factor Q do ltro de médias
13 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
1) Pressiona o botão CONSOLE SETUP (51), para seleccionar o parâmetro
(LOW, MID, HIGH, Q MID).
2) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para alterar o valor do
parâmetro seleccionado.
PAN 1: Posição no panorama estéreo para o microfone 1
PAN 2: Posição no panorama estéreo para o microfone 2
OUT B: Volume de som do canal de microfone na saída B
1) Pressiona o botão PARAMETER direito (45) para seleccionar o parâmetro
(PAN 1, PAN 2, OUT B).
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar o valor do parâmetro.
Página EQ GAIN:
Nesta página, podes denir pré-congurações para regulação do timbre.
Estas actuam no canal de microfone em relação com o equalizador.
Se tu, por exemplo, zeres aqui um reforço de agudos de 5 dB, este também
dá resultado, se o botão regulador HIGH estiver no zero, isto é, na posição
mediana. Além disso, os agudos também podem ser reforçados ou atenuados
com o botão regulador HIGH. Esta função é conveniente para retirar problemas
de frequência à tua voz ou melhorar a compreensibilidade da fala.
MIC 1 LOW-CUT: Frequência de corte do ltro passa-alto
(microfone 1)
MIC 1 LOW, MID, HIGH: Pré-congurações EQ para o microfone 1
1) Pressiona o botão CONSOLE SETUP (51), para seleccionar o parâmetro
(LOW, MID, HIGH).
2) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para alterar o valor do
parâmetro seleccionado.
MIC 2 LOW-CUT: Frequência de corte do ltro passa-alto
(microfone 2)
MIC 2 LOW, MID, HIGH: Pré-congurações EQ para o microfone 2
1) Pressiona o botão PARAMETER direito (45), para seleccionar o parâmetro
(LOW, MID ou HIGH).
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar o valor do parâmetro seleccionado.
ULTRAMIC 1 e 2:
O processador Ultramic é um processador de 2 bandas que reduz o alcance
dinâmico da fala. Picos de volume de som são atenuados e os sinais pouco
audíveis reforçados. Deste modo, reduz-se a diferença entre as passagens mais
sonoras e as menos audíveis. Através da separação em duas gamas de frequência,
obtem-se um timbre mais compacto e expressivo sem os artefactos típicos dos
compressores como, p.ex., bombas, nem perdas de agudos.
Os ajustes são feitos separadamente para os dois sinais de microfone.
Por essa razão, há duas páginas Ultramic. Selecciona a página „Ultramic 1“ para
o microfone 1 e „Ultramic 2“ para o microfone 2. Todos os parâmetros nestas
páginas são idênticos e serão, portanto, explicados apenas uma vez.
No display há vários indicadores de nível. Podem ser regulados três parâmetros
do compressor. Além disso, também há presets que podem ser carregados.
Os instrumentos indicadores:
MIC I Indica o nível de entrada
MIC 0 Indica o nível de saída
COM Indica o grau de compressão para a banda de frequências inferior (L)
ou superior (H)
EXP Indica a atenuação do expander na banda de frequências inferior (L)
ou superior (H)
Parâmetros reguláveis
THRSH Valor limite (Threshold) dene o ponto de actuação do
processor Ultramic
FREQ Dene a frequência de separação entre a banda de frequência
superior e a inferior
EFFIC Eciency: Regula a intensidade da compressão
1) Pressiona o botão CONSOLE SETUP (51), para seleccionar o parâmetro
(THRSH, FREQ, EFFIC).
2) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para alterar o valor do
parâmetro seleccionado.
Presets Ultramic:
Podem carregar-se os seguintes pré-ajustes:
1) Roda o botão PARAMETER direito (45) para seleccionar o preset.
2) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar o preset.
Página MIC FX:
Na página Mic FX seleccionas o tipo de efeito para o sinal de microfone.
Podes escolher de entre os seguintes efeitos:
1) Roda o botão PARAMETER direito (45) para seleccionar o preset.
2) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar o preset.
Todos os efeitos podem ser alterados para, deste modo, se adequarem às
concepções de timbre individuais. Para isso, estão dois parâmetros à disposição.
Aplicável a todos os efeitos: o segundo parâmetro regula sempre o mix de
efeitos Dry/Wet.
14 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Descrições dos efeitos:
FLANGER: Consegue-se um efeito Flanger através de deslocações de alturas de
tom especícas. A velocidade do LFO (Low Frequency Oscillator) é regulável.
PHASER é semelhante a um Flanger. Só que, aqui, a modulação é conseguida
mediante uma deslocação de fases. A velocidade do LFO é regulável.
DELAY é um retardamento de sinal. O tempo de Delay (Time) pode ser editado.
ECHO é semelhante a Delay, com a diferença de que o sinal retardado é repetido
várias vezes.
PITCH modica a altura de tom do sinal e, portanto, a posição de voz do
cantor/apresentador. Shift regula a altura de tom.
BITCRUSHER diminui a resolução digital. A profundidade de bit
(Depth) é regulável.
REVERB é um efeito de reverberação. Estão à disposição oito diferentes tipos
de reverberação. Os tipos de reverberação são descritos pormenorizadamente
no Cap. 4.1.4.
1) Pressiona o botão CONSOLE SETUP (51), para seleccionar um parâmetro.
2) Roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para alterar o valor
deste parâmetro.
Enquanto a página MIC FX estiver aberta, podes sincronizar o parâmetro
de tempo dos efeitos Flanger, Phaser, Delay e Echo com os batimentos,
premindo o andamento no botão TAP (50) à esquerda ou à direita.
Abandonar MIC Setup:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Mic Setup.
3.3.2 Talk setup
A função Talkover é muito útil para trazer a tua voz para o primeiro plano durante
as apresentações. Isto acontece porque o nível de música é atenuado assim que
falares ao microfone. Todos os ajustes necessários a esta função são realizados
em Talk Setup. É assim que acedes a Talk Setup:
1) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
2) Selecciona „Talk Setup“, rodando e premindo o botão regulador
CONSOLE SETUP.
No display abre-se a página Talk Setup.
Nesta página há indicadores de nível para os dois microfones. À esquerda
no display há uma lista onde podes seleccionar um preset de Talkover.
Carregar presets:
1) Roda o botão PARAMETER esquerdo (45) para seleccionar o preset.
2) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar o preset.
Editar Talkover:
Estes parâmetros da função Talkover podem ser editados:
THRSH Valor limite (Threshold). Se o sinal de microfone exceder
este valor, o sinal de música é atenuado.
MAX. ATT (Atenuação Máxima) Regulas aqui a atenuação máxima que o
sinal de música deverá atingir enquanto se fala ao microfone.
SPEED Regula a velocidade da atenuação.
1) Pressiona o botão PARAMETER direito (45), para seleccionar o parâmetro
(THRSH, MAX. ATT, SPEED).
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar o valor do parâmetro.
Abandonar Talk Setup:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Talk Setup.
3.4 Operação do crossfader
A função de um crossfader é acessível até a um DJ inexperiente. Mas o
DDM4000 não seria um mixer digital, se também aqui não possuísse algumas
funções especiais que seriam impossíveis de realizar prontamente com um
DJ mixer analógico.
3.4.1 Os modos crossfader: KILL e X-OVER
À esquerda e à direita do crossfader há, respectivamente, três botões
com as designações HIGH, MID e LOW ( (22) ). Em modo Kill (estado ligado),
estes funcionam como botões Kill – omitem completamente determinadas
gamas de frequência.
Com o modo X-Over (Crossover), conseguem-se efeitos de cortar a respiração
completamente novos. Neste modo é possível seleccionar as bandas de
frequência individuais para os lados A e B do crossfader a que então se
sobrepõe o crossfader. Apresenta-se um exemplo, para tornar claro o
modo de funcionamento:
1) Desloca o crossfader (20) para a esquerda (A).
2) Pressiona o botão FULL FREQ (23) na secção A.
3) Pressiona o botão Kill „MID“ (22) na secção B.
Na posição esquerda do crossfader é agora reproduzido o sinal A em toda a
largura de frequência. Se deslocares o crossfader para a direita, é revelada apenas
a frequência geométrica média do sinal B, a frequência geométrica média do
sinal A é omitida. Os graves e agudos do sinal A permanecem audíveis. Na saída
do Mixer são agora audíveis os graves e os agudos do sinal A em conjunto com os
médios do sinal B.
Com o modo X-Over podes conferir ao teu estilo de mistura uma marca
inconfundível. O modo X-Over pode ser activado no Crossfader Setup.
15 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
3.4.2 Crossfader setup
É assim que acedes a Crossfader Setup:
1) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
2) Selecciona „Crossfader Setup”, rodando e premindo o botão regulador
de CONSOLE SETUP.
No display abre-se a página Crossfader Setup.
As transições de frequência dos botões Kill podem ser ajustadas à esquerda
no display. No lado direito, seleccionas o modo Crossfader.
XOVER CF (Crossover Center Frequency):
LOW: Frequência de separação entre LOW e MID
HIGH: Frequência de separação entre MID e HIGH
1) Pressiona o botão PARAMETER esquerdo (45), para seleccionar o parâmetro
(LOW, HIGH).
2) Roda o botão PARAMETER, para alterar o valor do parâmetro seleccionado.
Modo Crossfader:
1) Roda o botão PARAMETER direito (45) para seleccionar o modo
(KILL, X-OVER):
2) Para conrmar, pressiona o botão PARAMETER.
Abandonar Crossfader Setup:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Crossfader Setup.
3.4.3 Bounce to MIDI clock
Com esta função, podes automatizar o Bouncing. Bouncing é uma sobreposição
dura do crossfader ao ritmo da música. Condição imprescindível para esta função
é que o MIDI Clock interno esteja activo. Serve de referência para a velocidade de
bouncing, que se deve encontrar entre um e 16 batimentos.
Antes de iniciares o Bouncing com uma pressão no botão BOUNCE TO MIDI CLK,
deves ajustar primeiro a velocidade de bouncing.
1) Inicia MIDI Clock com uma pressão no botão MIDI START STOP (52).
2) Selecciona a velocidade de Bouncing com os botões BEAT (28). Os LEDs (29)
indicam os batimentos.
3) Prime agora o botão BOUNCE TO MIDI CLK (27), para iniciar o Bouncing.
Se o crossfader se encontra no lado A, o bouncing começa com o sinal A;
se o crossfader estiver no lado B, o bouncing começa, analogamente,
com o sinal B.
3.5 Operação da secção main
Também na secção Main há algumas funções que ultrapassam a esfera
de funções de um mixer analógico. Podem ser guardadas e carregadas
congurações completas do mixer. O Ultramizer fará com que os teus
beats soem ainda mais encorpados.
3.5.1 O ultramizer
O Ultramizer é um processador multibanda que compacta o sinal áudio e cria,
deste modo, uma maior sensibilidade subjectiva ao volume de som, sem que
o nível efectivamente aumente. Consegue-se, assim, que o desempenho
dos amplicadores seja aproveitado de forma ideal e que a tua música seja
sentida com maior sonoridade. O processamento realiza-se em duas bandas de
frequência separadas. Desta forma, atinge-se um timbre consideravelmente
mais expressivo, sem com isso criar efeitos secundários indesejáveis como,
p.ex., bombas ou perdas de agudos.
1) Activa o Ultramizer premindo o botão ULTRAMIZE ON/OFF (34).
2) Pressiona o botão regulador CONSOLE SETUP (51) durante ca. de 2 segundos.
3) Selecciona „Ultramize”, rodando e premindo o botão regulador
CONSOLE SETUP.
O display muda para a página Ultramizer. Aqui podes alterar ajustes,
astregar e editar presets:
Carregar presets:
1) Roda o botão PARAMETER esquerdo (45) para seleccionar o preset.
2) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar o preset.
Editar o Ultramizer:
RANGE Descreve os limites de regulação dinâmica. Com um valor de 10 dB,
é feito um reforço de nível máximo de 10 dB.
TIME Altera a velocidade de regulação do Ultramizer.
• Roda o botão regulador CONSOLE SETUP (51), para alterar o parâmetro TIME.
• Roda o botão PARAMETER (45), para alterar o parâmetro RANGE.
Abandonar o Setup do Ultramizer:
• Pressiona o botão ESC (52) para abandonar Ultramizer Setup.
3.5.2 Carregar e guardar as denições de utilizador
Uma grande vantagem de um mixer digital é a possibilidade de guardar
congurações completas do mixer, para mais tarde as abrir com um simples toque
num botão. Nas grandes mesas de estúdio, esta função chama-se “Snapshot,
porque todos os ajustes são retidos – como num instantâneo fotográco. Podes,
assim, adaptar o mixer ao teu modo de trabalhar habitual e abrir de novo em
qualquer altura ajustes já feitos uma vez.
Presets Ultramizer
Gentle Boost Reforço decente do volume de som
Boost Reforço claro do volume de som
Pump Forte reforço do volume de som com efeito “Pump”
Full Reforço máximo do volume de som
Full Pump Reforço máximo do volume de som com efeito “Pump”
16 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Imagina que o DDM4000 está numa discoteca e é utilizado por vários DJs.
Cada DJ pode guardar os seus ajustes de equalização, frequências kill,
denições do Ultramizer e de efeitos preferidos e restaurá-los novamente da
próxima vez que estiver nos comandos. Por outro lado, qualquer DJ convidado
que não conheça o DDM4000 pode começar de imediato, sem que precise
de fazer quaisquer ajustes prévios.
Ao ligar-se o aparelho, é carregado o preset seleccionado em
último lugar.
Carregar denições de utilizador:
1) Pressiona o botão LOAD (35). O botão LOAD começa a piscar.
No display abre-se “User Setup” com a lista de presets.
2) Roda o botão PARAMETER esquerdo (45) para seleccionar uma denição
de utilizador (ou a denição de fábrica):
3) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar a denição de utilizador.
Guardar denições de utilizador:
1) Pressiona o botão LOAD (35) para aceder a User Setup com a lista de presets.
2) Pressiona o botão CONSOLE SETUP (51), para seleccionar uma posição
de memória.
3) Pressiona o botão CONSOLE SETUP, para guardar a denição de utilizador.
O preset de fábrica não pode sobrescrever-se.
Abandonar User Setup:
• Pressiona o botão LOAD (35) ou o botão ESC (52), para abandonar User Setup.
3.6 Operação da secção phones
Podem escutar-se dois sinais diferentes com os auscultadores. 1. o sinal PGM
(= Programm): é o sinal que se encontra na saída MAIN. 2. o sinal PFL
(= Pre Fader Listen): é o sinal que pode ser inserido isoladamente no bus PFL com
os botões PFL (7). O sinal PFL é independente do fader, isto é, também pode ser
ouvido com os faders de canal puxados para baixo.
Se o botão SPLIT (40) não estiver pressionado, tanto o sinal PGM como o PFL são
reproduzidos em estéreo nos auscultadores. A mistura dos dois sinais é ajustada
com o botão regulador MIX (38). Se o botão estiver rodado completamente para
a esquerda, ouves apenas o sinal PFL, se rodado para a direita, apenas o sinal PGM
nas duas conchas dos auscultadores.
Trabalhar em modo Split:
• Pressiona o botão SPLIT (40) para activar o modo Split.
Em modo Split, o sinal PFL é reproduzido apenas no lado esquerdo, o sinal PGM
só no lado direito (em mono nos dois casos).
4. A Secção de BPM e Efeitos
Fig. 4.1: A secção de BPM e Efeitos
A secção de BPM e de efeitos no centro do Mixer pode ser utilizada para os
canais estéreo ou para o sinal master. Os dois processadores também podem ser
acoplados e utilizados num único canal para um efeito Dual. Além disso, quer o
canal de microfone, quer o sampler dispõem dos seus próprios processadores
de efeitos, que são explicados noutros capítulos (Cap. 3.3.1 e Cap. 5.4).
O Display:
No display é apresentada a seguinte informação:
A Aqui são mostrados o tipo de efeito e valores de parâmetro.
B Aqui é indicada a velocidade detectada em BPM (Beats per Minute).
Também podem ler-se informações sobre a atribuição dos sinais e a
função Tap.
C Nesta secção, à direita é indicado em batimentos o valor do
parâmetro de efeito de BPM sincronizados. No seu lado esquerdo é
apresentada a actividade da função Kill na via de efeitos.
D Estas informações pertencem ao sampler ou ao MIDI Clock
(ver Cap. 5).
4.1 A secção de efeitos
(51)(48)(47)(46)(41)
(50)
(44)
(49)(43)
(45)
(42) (53) (52)
Fig. 4.2: A secção de efeitos (aqui: FX 1)
17 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
4.1.1 Seleccionar a fonte de sinal
Para poder aproveitar um efeito, deves primeiro atribuir uma fonte de sinal ao
aparelho de efeitos. Esta atribuição também se aplica ao contador de BPM.
As fontes de entrada possíveis são:
INPUT 1 – INPUT 4: Canais estéreo 1 a 4.
MUSIC: Sinal da soma estéreo (sinal Main).
CHAIN: CHAIN atribui o efeito ao sinal de cada uma das
outras secções de efeitos, de modo que 2 efeitos
são activados consecutivamente.
Selecção de sinal para FX 1:
1) Pressiona o botão FX 1 ASSIGN (43).
2) Roda o botão PARAMETER esquerdo (45) para seleccionar uma fonte de
sinal na lista.
3) Pressiona o botão regulador PARAMETER esquerdo para conrmar a selecção.
Selecção de sinal para FX 2:
1) Pressiona o botão FX 2 ASSIGN (43).
2) Roda o botão PARAMETER direito (45) para seleccionar uma fonte
de sinal na lista.
3) Pressiona o botão regulador PARAMETER direito para conrmar a selecção.
4.1.2 Activar o efeito
1) Pressiona o botão FX ON (42) para ligar o efeito. O botão FX ON e o botão
EFFECT/BAND (46) a (48) piscam.
2) Roda lentamente o botão regulador DEPTH para a direita, até que o efeito
seja audível na medida desejada.
A função Kill na via de efeitos:
Um modo especialmente ecaz de distanciação é retirar gamas de frequência
isoladas do processamento de efeitos. É como se na via de sinal para o aparelho
de efeitos existissem outros três botões Kill. Se todas as bandas de frequência
estão activas, com o efeito ligado acendem-se todas as luzes azuis dos botões
EFFECT/BAND. Premindo estes botões, podes então „killar“ as bandas de
frequência uma a uma. O estado da função Kill também é mostrado no display.
• Pressiona um dos botões EFFECT/BAND ( (46), (47), (48) ) com
o efeito desligado. O LED do botão da banda desactivada apaga-se.
4.1.3 Seleccionar um efeito
Estão disponíveis nove tipos de efeito. As tabelas de efeitos no Capítulo 4.1.4
dão uma perspectiva dos possíveis efeitos e dos seus parâmetros reguláveis.
1) Pressiona o botão SELECT (46). No display são listados todos os tipos de efeito.
2) Roda o botão PARAMETER (45), para seleccionar um tipo de efeito.
3) Pressiona o botão PARAMETER, para carregar o tipo de efeito.
4.1.4 Descrições dos efeitos
Aqui encontras uma descrição de todos os efeitos, incluindo todos os parâmetros
alteráveis (os parâmetros sincronizáveis com BPM estão em itálico). As tabelas
mostram com que elementos de comando se podem alterar os parâmetros.
O processamento dos efeitos é descrito no Capítulo 4.1.5. O processamento
de parâmetros sincronizáveis com BPM estão descritos no Capítulo 4.1.6.
FLANGER, PHASER, PAN:
FLANGER: Consegue-se um efeito Flanger através de deslocações de alturas de
tom especícas. A velocidade do LFO (Low Frequency Oscillator), a porção de
retrocesso do sinal de efeito na entrada (Feedback), a profundidade do efeito
(Depth) e a intensidade da deslocação de fases em unidades rítmicas (Phase)
são reguláveis. Com Fade é possível determinar se o anger deve levar o actual
período de oscilação até ao m depois de se desligar o efeito. Isto impede um
corte abrupto do efeito.
PHASER é semelhante a um Flanger. Só que, aqui, a modulação é conseguida
mediante uma deslocação de fases. A velocidade do LFO e a profundidade do
efeito (Depth) são reguláveis. Com Fade é possível determinar se o efeito
deve terminar abruptamente ou desvanecer-se suavemente.
PAN designa um efeito que faz o sinal deslizar da direita para a esquerda no
panorama estéreo. Este efeito soa de forma mais intensa quando o botão
regulador DEPTH está bem aberto. LFO regula a velocidade de Panning,
Depth a profundidade do efeito.
1/5 2/5 3/5 4/5 5/5
LFO Speed Feedback Depth Phase Fade Dry/Wet Mix
PHASER
LFO Speed Depth Fade Dry/Wet Mix
LFO Speed Depth Dry/Wet Mix
PAN
FLANGER
Tab. 4.1: Parâmetros de efeito para Flanger, Phaser e Panning
18 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
DELAY, ECHO:
DELAY é um retardamento de sinal. É possível sincronizar o temp o de Delay
(Time) no contador de BPM. Há o Delay simples (Simple) e o Delay de 3 Pong,
que distribui os retardamentos no panorama estéreo.
ECHO é semelhante a Delay, com a diferença de que o sinal retardado é repetido
várias vezes. O número de repetições é ajustado com Feedback. Fade determina
se o eco deve continuar a soar depois de se desligar o efeito (On) ou não (O).
1/5
TIME
2/5
MODE
3/5
FDBK
4/5
FADE
DELAY
10...
5930 ms
Simple
3Pong
Dry/Wet Mix
ECHO
10...
5930 ms
Simple
3Pong
0 - 100% Dry/Wet Mix
Tab. 4.2: Parâmetros de efeito para Delay e Echo
PITCHER, BITCRUSHER:
PITCHER altera a altura de tom da música sem alteração do andamento.
Shift regula a altura de tom.
BITCRUSHER simula uma diminuição da resolução digital. Desde suaves
ajustes Lo-Fi ao som da bateria – está tudo presente.
1/1
PITCH
Shift: -100 ... +100%
BITCRUSHER
Depth: 0 ... +100%
Dry/Wet Mix
Tab. 4.3: Parâmetros de efeito para Pitch e Bitcrusher
REVERB:
REVERB é um efeito de reverberação. Estão à disposição oito diferentes
grandezas de reverberação. Se Fade estiver activado, a reverberação
continua a soar depois do efeito desligado e não é cortada.
Ambient é uma reverberação muito breve, com que realmente se podem ouvir
as paredes da sala.
Box transmite uma impressão espacial sem grandes reexões.
Cathedral: a reverberação longa e muito compacta de uma grande catedral,
apropriada para peças lentas.
Cavern: uma ressonância intensa e rica em tons que reproduz uma caverna de
paredes rochosas.
Chamber cria a ressonância breve de uma pequena sala.
Chorus: Uma reverberação compacta e quente, mais curta que com Cathedral.
Concert assemelha-se à reverberação denida de uma grande sala de concertos.
Echo: Uma reverberação compacta e curta com pre-delay prolongado.
2/4
FADE
Ambient, Box, Cathedral,
Cavern, Chamber, Chorus,
Concert, Echo
Dry/Wet MixOn/O
1/4
MODE
Tab. 4.4: Parâmetros de efeito para o efeito de reverberação
FILTER:
FILTER é um efeito habitualmente associado à música sintetizada.
Estão disponíveis três tipos de ltro: Passa-banda, passa-baixo e passa-alto.
Resonance proporciona uma elevação de nível na gama das frequências dos
ltros com a qual o efeito soa mais intenso. No modo LFO, a frequência dos
ltros é controlada por um LFO. No modo Manual, podes controlar tu próprio
a frequência dos ltros com o botão regulador DEPTH (44).
1/1
FILTER
2/4
RESO
3/4
MODE
4/4
LFO
FILTER
Lowpass
Bandpass
Highpass
0 ... 100%
LFO
Manual
Frequency
LFO Speed
Tab. 4.5: Parâmetros de efeito para o efeito de ltro
4.1.5 Processar/editar efeitos
Tal como indicado no capítulo anterior, cada efeito possui até cinco parâmetros
(consoante o tipo de efeito) com que se pode alterar o efeito. Cada um destes
parâmetros pode ser ajustado com a ajuda do botão BEAT. Na maioria dos efeitos,
este também é o parâmetro que pode ser sincronizado com os BPM.
Parâmetros de efeito:
1) Pressiona o botão PARAMETER (47), para seleccionar um parâmetro. Isto só
resulta com o efeito desactivado (quando o botão FX ON não está a piscar).
2) Pressiona o botão PARAMETER (45), para seleccionar um parâmetro.
3) Altera o valor do parâmetro, rodando o botão regulador PARAMETER (45).
4) Para aceder ao parâmetro seguinte, pressiona novamente
PARAMETER (45) ou (47).
19 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
Mix Dry/Wet:
• Roda lentamente o botão regulador MIX (44) para a direita, para misturar o
efeito (Wet) ao sinal original (Dry).
4.1.6 Parâmetros de efeito sincronizáveis com BPM
Alguns efeitos soam de forma especialmente interessante, quando parâmetros
respeitantes ao tempo se sentem ao ritmo da música. O DDM4000 suporta esta
operação com parâmetros de sincronização com BPM editáveis.
Editar parâmetros sincronizáveis com BPM:
1) Assegura-te de que o contador de BPM determinou o valor correcto
(se necessário, introduzir manualmente com TAP, ver Cap. 4.2).
2) Altera gradualmente o parâmetro com os botões BEAT (49). O valor
seleccionado aparece no display.
DELAY, ECHO:
No efeito de Delay e no de Echo, o tempo de delay pode ser editado em
unidades musicais. É indicado o número de batimentos:
Fig. 4.3: Batimentos e valores de nota para Delay e Echo
Numa representação rítmica, o conjunto tem esta aparência
(selecção de alguns batimentos):
Fig. 4.4: Parâmetros de Delay numa representação rítmica
FLANGER, PHASER, PAN, FILTER:
No efeito Filter, a sincronização com BPM só é possível em modo LFO.
Ajusta-se a velocidade de modulação (LFO Speed). Os valores de 1 a 32
correspondem ao número de batimentos necessários para uma oscilação:
Fig. 4.5: Batimentos e valores de nota para efeitos de modulação
Num contexto musical, apresenta-se então o seguinte quadro:
Fig. 4.6: Parâmetro LFO representado em batimentos e barras
4.1.7 FX setup
Em FX Setup podes denir as frequências de transição entre as bandas
isoladas dos botões EFFECT/BAND (46) a (48) (função Kill na via de efeitos,
ver Capítulo 4.1.2). Isto é feito separadamente para os dois aparelhos de efeitos.
Parâmetros reguláveis:
FX 1 LOW / FX 2 LOW: Frequência de separação entre LOW e MID.
FX 1 HIGH / FX 2 HIGH: Frequência de separação entre MID e HIGH.
1) Pressiona o botão de regulação PARAMETER direito ou esquerdo (45),
para seleccionar o parâmetro para FX 1 ou FX 2.
2) Roda o botão PARAMETER esquerdo ou direito, para alterar o valor
do parâmetro seleccionado.
4.2 O contador de BPM
O Auto BPM Counter consegue determinar automaticamente o andamento
da faixa adjacente em BPM (Beats Per Minute). Os valores detectados servem
de base para todos os parâmetros de efeito respeitantes ao tempo e para a
duração da gravação do sampler. Os BPM podem ser vericados de dois modos
diferentes: manual ou automaticamente. Os BPM actuais são, em qualquer
dos casos, indicados na secção B do display.
Determinar automaticamente os batimentos com
AUTO BPM
O contador de BPM determina o andamento da fonte de sinal que está atribuída
à secção de efeitos. A fonte de sinal é mostrada na janela de BPM (No Cap. 4.1.1
descreve-se como podes atribuir uma fonte de sinal à secção de BPM/efeitos).
1) Assegura-te de que „Auto BPM“ está activo (estado de ligação). Neste caso,
a luz amarela do botão AUTO BPM (50) acende-se e a indicação de BPM pisca
no display.
Caso o modo Tap esteja activo (a luz azul do botão AUTO BPM
acende-se), pressiona o botão AUTO BPM por mais de um segundo,
para activar Auto BPM.
20 DIGITAL PRO MIXER DDM4000 Manual de Instruções
2) O contador de BPM determina agora o valor de BPM do sinal adjacente.
É permanentemente actualizado, de modo que as alterações de andamento
são assumidas directamente.
Detectar batimentos com TAP manual:
1) Assegura-te de que o modo Tap está activo. Neste caso, a luz azul do
botão AUTO BPM/TAP (50) acende-se e na janela BPM aparece “Manual”.
2) Ao ritmo da música, toca a janela TAP (50), pelo menos duas vezes. A partir
daí, é determinado um valor de BPM constante. Dica: enquanto tocas
na janela, faz a pré-audição do sinal nos auscultadores.
Caso Auto BPM esteja activo (a luz amarela do botão AUTO BPM
acende-se), continua com o passo 2. O modo Manual é activado
automaticamente ao bater-se o andamento.
3) Batendo novamente repetidas vezes, o valor BPM pode continuar
a ser ajustado.
Em estado de ligação, Auto BPM está sempre activo.
Sem um sinal de música adjacente (ou com um demasiado baixo),
o valor BPM pisca no display. Além disso, aparece igualmente
„Low Level. O valor BPM também pisca, se o batimento não puder
ser claramente identificado (indicação “Uncertain”).
4.3 MIDI clock
O MIDI Clock serve de referência temporal para a função Bounce. Além disso,
o MIDI Clock é colocado na saída MIDI. Podes, deste modo, sincronizar com
o DDM4000 aparelhos externos que recebam o MIDI Clock como, p.ex.,
drum machines ou groove boxes.
(53)
(52)
(51)
Fig. 4.7: A secção PM
• O MIDI Clock arranca e pára com um toque no botão (52).
Podes ajustar um tempo próprio para o MIDI Clock. Em alternativa, o MIDI Clock
também pode ser sincronizado com um dos dois contadores de BPM.
MIDI BPM:
No modo MIDI BPM, por baixo da indicação dos BPM do MIDI Clock no centro do
display aparece “MIDI BPM”. Ajusta o andamento, rodando o botão regulador
CONSOLE SETUP (51). Premindo e rodando simultaneamente o botão regulador,
são possíveis saltos de valores maiores.
FX 1/FX 2 BPM:
Para transferir o andamento determinado pelo contador de BPM para
o MIDI Clock, pressiona um dos botões ADJUST (53). Ao pressionar-se o
botão BEAT esquerdo, o MIDI Clock assume o andamento do contador
BPM esquerdo. Ao pressionar-se o botão BEAT direito, o MIDI Clock sincroniza-se
com o andamento do contador BPM direito. A atribuição é indicada no
display com „FX 1 BPM” ou „FX 2 BPM”.
Para remover a atribuição, roda o botão regulador CONSOLE SETUP, para denir
um andamento próprio.
Por outro lado, o andamento dos BPM MIDI pode ser transferido para o contador
de batimentos. Mantem pressionado o botão ADJUST esquerdo ou direito (53)
(ou os dois simultaneamente) e selecciona o andamento desejado com o botão
regulador CONSOLE SETUP (51). Esta função é útil se a atribuição de efeitos é
feita num canal congurado como controlador MIDI, não sendo possível, por isso,
qualquer função Auto BPM.
5. O Sampler
(54)
(60)
(61)
(64)
(66)
(65)
(63)
(62)
(59)
(58)
(57)
(56)
(55)
Fig. 5.1: A secção Sampler
O sampler é um aparelho para gravação e reprodução de sinais áudio. O sampler
do DDM4000 oferece-te a possibilidade de gravar duas pistas e, em seguida,
de as reproduzir. Podem ser breves sequências isoladas, frases cantadas,
loops de ritmo ou passagens de canções mais prolongadas. Como fonte de
sinal pode utilizar-se qualquer sinal áudio que se encontre no Mixer, como os
canais estéreo, o canal de microfone e a soma estéreo. O tempo máximo de
gravação é de 32 segundos. Os samples podem ser reproduzidos de várias formas
(como loop contínuo, uma única vez, com avanço, com recuo).
/

in altre lingue